FALE COM O ESPECIALISTA
Geo Análise
Geoimovel Report #22
09/02/2024
Geo Análise
Geoimovel Report #22
09/02/2024

SP registra crescimento em novas unidades do Minha Casa Minha Vida em 2023

Em 2023, São Paulo teve 73.249 lançamentos imobiliários, uma redução de 3% em relação ao ano anterior. Mas, a fatia de imóveis que fazem parte do Minha Casa Minha Vida registrou um aumento de 17% nos lançamentos: foram 36,8 mil unidades lançadas ante 31,5 mil em 2022.

Com isso, esse mercado representou 50% dos lançamentos na capital no ano passado. 

Por outro lado, apesar da redução nos lançamentos em geral, houve um aumento de 10% na venda de unidades habitacionais na cidade. O mercado imobiliário arrecadou R$43,9 bilhões em vendas no ano, um crescimento de 26% em comparação com o ano anterior.

A maior parte dos imóveis vendidos na capital em 2023 custa até R$264 mil, com mais de 30 mil unidades comercializadas, seguido dos imóveis que custam entre R$350 mil e R$700 mil. 

Alguns dos motivos para redução nos lançamentos e o aumento do preço de venda, são as mudanças recentes nas leis de Zoneamento e Plano Diretor e também um cenário de receio com a mudança no governo federal no início de 2023.

https://exame.com/mercado-imobiliario/sp-registra-crescimento-em-novas-unidades-do-minha-casa-minha-vida-em-2023/

Minha Casa Minha Vida e residências verticais são as principais apostas do mercado imobiliário

Um estudo realizado com 250 profissionais do ramo imobiliário, trouxe perspectivas sobre o mercado imobiliário para 2024, onde foi concluído que para empreendedores do mercado imobiliário, o programa Minha Casa Minha Vida e as residências verticais são as principais apostas. 

Segundo o material, 52% dos profissionais do setor imobiliário entendem que o programa Minha Casa Minha Vida — retomado em 2023 — será o nicho de mercado mais potencializado do ano. Em seguida estão as residências verticais (18%) e a área de loteamento (7%).

Considerando o atual panorama econômico do Brasil, a pesquisa constatou que 48% dos entrevistados entendem que o mercado imobiliário está em um momento de retomada lenta. Porém, com um certo otimismo e esperança por melhorias, já que 43% acreditam que o setor passará por uma fase de retomada com crescimento elevado.

https://emtempo.com.br/222975/economia/minha-casa-minha-vida-e-residencias-verticais-sao-as-principais-apostas-do-mercado-imobiliario-indica-pesquisa/

O que esperar do mercado imobiliário de Santa Catarina em 2024

2023 foi um ano de expansão e fortalecimento do mercado imobiliário de Santa Catarina. Além de Balneário Camboriú, que há anos é a estrela do setor, as vizinhas Itapema e Porto Belo registraram resultados impressionantes, superando até mesmo a gigante do estado. Saindo do litoral norte, na Grande Florianópolis, o destaque foi para São José que encerrou o ano como a cidade brasileira com a maior valorização dos preços dos imóveis, de acordo com o Índice FipeZap.

No entanto, em relação ao total de vendas, Itapema, Porto Belo e Balneário Camboriú disparam na liderança. Juntos, em 2023, os três municípios somaram R$ 10,8 bilhões em vendas de imóveis, o que evidencia a procura cada vez maior por propriedades na área. Para 2024, o interesse pela região deve continuar em alta.

Além das belezas naturais do litoral norte de Santa Catarina e da localização privilegiada, outros fatores podem explicar o boom imobiliário na região. Em Porto Belo, por exemplo, a mudança do Plano Diretor, em 2020, foi fundamental para o início de diversas obras, muitas represadas por anos devido à antiga norma.

Itapema, a segunda cidade brasileira com o metro quadrado mais valorizado do país, atrás apenas de Balneário Camboriú, de acordo com o Índice FipeZap, deve ter mudanças no setor. Isso porque tramita na Câmara de Vereadores a revisão do Plano Diretor que deve ser votada em 2024 pelos parlamentares.

“Durante este ano teremos essa discussão, buscando o melhor formato de Plano Diretor para este momento de Itapema e para os próximos 10, 20, 30 anos. Temos alguns desafios, principalmente com relação à mobilidade urbana, que queremos mitigar com a questão da revisão da norma. Será um trabalho árduo, mas feito com cuidado, atenção e responsabilidade para termos um resultado positivo para a cidade”, garante Léo Cordeiro, vereador de Itapema.

https://jornaltribuna.com.br/2024/02/o-que-esperar-do-mercado-imobiliario-do-litoral-norte-de-santa-catarina-em-2024/

Uma marca