Índice FipeZAP - Comercial - Maio/2018

Atualizado: 3 de Ago de 2018

Preços de imóveis comerciais mantêm trajetória de queda em maio

O Índice FipeZap Comercial – que acompanha o preço médio de conjuntos e salas comerciais de até 200 m² em 4 municípios brasileiros – registrou queda no preço médio de venda (-0,22%) e de locação comercial (-0,17%) em maio de 2018, face à inflação mensal de 0,40% (IPCA/IBGE).


⦿ No último mês: entre as cidades monitoradas, o preço médio de venda de imóveis comerciais recuou apenas no Rio de Janeiro (-1,20%), enquanto o preço médio de locação de imóveis comerciais apresentou alta apenas em Porto Alegre (+0,46%) – superando, neste último caso, a inflação do período (+0,40%).


⦿ Balanço parcial de 2018: no acumulado do ano, a variação no preço médio de venda, embora positiva (+0,24), manteve-se abaixo da inflação  acumulada nos primeiros 5 meses do ano segundo o IPCA/IBGE (+1,33%). Entre as cidades monitoradas, apenas em São Paulo o preço de venda dos imóveis comerciais apresentou alta nominal (+0,76%) no período. Já o preço médio de locação de imóveis comerciais acumula queda de 1,24% em 2018, sendo que apenas em São Paulo a variação de preço se manteve em terreno positivo no ano (+0,08%).


⦿ Análise dos últimos 12 meses: nesse horizonte, o Índice FipeZap Comercial registra queda nominal de 1,85% e 3,54%, respectivamente, nos preços de venda e locação de conjuntos e salas comerciais. Comparativamente, a inflação acumula alta de 2,85% no período (IPCA/IBGE).


⦿ Retorno do investimento e benchmark: o investimento em imóveis comerciais tem oferecido um retorno médio inferior ao CDI* desde 2014 – diferencial que se acentuou a partir de 2015. Nos últimos 12 meses, o CDI apresentou uma rentabilidade média de +7,7%, enquanto os imóveis comerciais garantiram um retorno médio de +2,4% – percentual que inclui a renda média do aluguel e a valorização dos ativos.


⦿ Preço médio de venda e locação comercial: em maio de 2018, o valor médio do m2 nos 4 municípios monitorados pelo Índice FipeZap foi de R$ 9.654/m² , no caso de imóveis comerciais à venda, e R$ 39,88/m² , no caso de imóveis para locação. Rio de Janeiro se manteve no topo do ranking de venda, com o preço mais alto por m² (R$ 10.505/m²), enquanto São Paulo permanece com o maior preço médio de locação (R$ 43,25/m²), além de oferecer a maior taxa de rentabilidade do aluguel comercial entre as cidades monitoradas, com retorno anualizado de 5,4%


Nota: (*) O Certificado de Depósito Interbancário (CDI) é um título de emissão das instituições financeiras, que lastreia as operações entre bancos, e é usualmente considerado como o custo de oportunidade padrão dos investidores.


Baixe aqui o relatório completo

Todos os direitos reservados

© 2020 Grupo ZAP

UMA EMPRESA DO