Janeiro/2019

Atualizado: 30 de Ago de 2019

Imóveis comerciais iniciam 2019 com alta no preço de locação e recuo no preço médio de venda

Apesar do comportamento recente, preços de venda e locação de imóveis comerciais ainda não se recuperaram frente ao início de 2018

NOVIDADE: A partir deste mês, assim como o Índice FipeZap Residencial, o Índice FipeZap de Venda e Locação Comercial será divulgado com cobertura geográfica ampliada e metodologia atualizada, contando com 10 cidades brasileiras, entre as quais 8 capitais: São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (BH), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Salvador (BA), Curitiba (PR) e Florianópolis (SC). Os principais destaques deste mês são apresentados a seguir:


■ Análise do último mês: o preço médio de venda de imóveis comerciais encerrou o mês de janeiro de 2019 com variação de -0,15%, enquanto o preço médio de locação comercial apresentou alta +0,16% no mesmo período. Comparativamente, a inflação medida pelo IPCA/IBGE foi de +0,32% no último mês. Entre as cidades monitoradas pelo Índice FipeZap Comercial, Brasília foi aquela que apresentou a maior elevação de preço de venda (+1,43%), enquanto Salvador liderou a alta na locação (+1,30%).

■ Análise dos últimos 12 meses: neste horizonte de análise, o preço médio de venda de imóveis comerciais acumula queda nominal (-3,30%), variação inferior ao registro do comportamento do preço médio de locação comercial, que também recuou no período (-2,25%) A inflação no período acumulou alta de 3,72%, segundo o IPCA (IBGE) e alta de 6,57%, de acordo com o IGP-M (FGV). Entre as cidades monitoradas, Campinas foi a única a apresentar alta no preço nominal de venda de imóveis comerciais nos últimos 12 meses, enquanto, no caso das salas comerciais destinados à locação, os preços acumularam alta nominal em Salvador (6,48%), Curitiba (+5,32%), Brasília (+2,02%) e Porto Alegre (+0,36%).

■ Preço médio de locação comercial: em janeiro de 2019, o valor médio do m2 de imóveis nas cidades monitoradas pelo Índice FipeZap foi de R$ 8.875/m2 , no caso de imóveis comerciais à venda, e de R$ 37,47/m2 , no caso de imóveis para locação. Rio de Janeiro se manteve como a cidade com o preço médio de venda do segmento mais elevado (R$ 10.186/m2 ), enquanto São Paulo se destacou com o maior valor médio para locação de imóveis comerciais (R$ 44,31/m2 ).

■ Rentabilidade do aluguel comercial*: pela razão entre o preço médio de locação com o preço médio de venda dos imóveis comerciais, é possível obter uma medida da rentabilidade para o investidor que opta por investir no imóvel com a finalidade de obter renda com aluguel. O indicador pode ser utilizado para avaliar a atratividade de salas e conjuntos comerciais em relação a outras opções de investimento disponíveis (incluindo investimento em imóveis residenciais). Com ligeiro aumento frente ao patamar observado em dezembro de 2017, o retorno médio do aluguel comercial (anualizado) foi de 5,24% em janeiro de 2019, superando a rentabilidade do aluguel residencial para o mesmo período (4,47%), bem como o retorno médio real de aplicações financeiras de referência.


Nota (*): os preços considerados no indicador incluem apenas aqueles veiculados em anúncios para novos aluguéis. O Índice FipeZap não incorpora em seu cálculo a correção dos aluguéis vigentes, cujos valores são reajustados periodicamente de acordo com o especificado em contrato. Como resultado, capta-se de forma mais dinâmica a evolução da oferta e da demanda pelo aluguel de espaços comerciais ao longo do tempo

-

Baixe aqui o relatório completo

Todos os direitos reservados

© 2020 Grupo ZAP

UMA EMPRESA DO