Estação Moema, do Metrô, possui m² mais alto das inauguradas em 2018

Atualizado: 6 de Jul de 2018

Governo estadual lançou, neste ano, 10 novas paradas em 4 linhas; Higienópolis-Mackenzie é a mais verticalizada


São Paulo, maio de 2018 – A inauguração de estações do metrô sempre possui um impacto alto nos bairros ao seu redor, um dos principais setores impactados é o imobiliário, pois a nova possibilidade de transporte público tende a valorizar os imóveis ao redor. Em 2018, somente em São Paulo, o governo estadual inaugurou 10 novas paradas, em 4 linhas (amarela, lilás, prata e jade) e um levantamento inédito realizado pelo ZAP, empresa do Grupo ZAP, identificou o custo de se morar perto das novas estações. Neste estudo, foi identificado que a Higienópolis-Mackenzie (linha 4 - amarela) possui ao seu redor 99,7% de apartamentos e que a parada Moema (linha 5 - lilás) tem o m² mais alto para venda: R$ 11.363.


O estudo levou em conta os apartamentos localizado a 1km das 10 novas estações inauguradas em 2018. Depois de Moema, o ranking do preço de m² mais alto segue com Oscar Freire - Linha 4 (R$ 11.083), Eucaliptos - Linha 5 (R$ 10.588), Higienópolis - Linha 4 (R$ 9.696) e São Lucas - Linha 15 (R$ 5.384). Dentre aquelas com menor preço estão Guarulhos Cecap - Linha 13 (R$ 4.166), Guarulhos Aeroporto - Linha 13 (R$ 4.516), Jardim União - Linha 15 (R$ 4.593) e São Lucas - Linha 15 (R$ 5.384)."


O preço de venda dos apartamentos segue uma ordem parecida com a de m². A estação Moema continua na liderança com um preço médio de venda dos imóveis de R$1,5M. Na sequência está Oscar Freire - Linha 4 (R$1,4M), Eucaliptos - Linha 5 (R$1,1M) e Higienópolis - Linha 4 (R$950 mil). Para gerente de inteligência de mercado do Grupo ZAP, Cristiane Crisci, o preço reflete a localização dos bairros, a representatividade deles na cidade e seu histórico.


“Há bairros bem distintos próximos as novas estações, eles possuem particularidades únicas entre eles. Para quem busca comprar imóveis próximos as novas e futuras estações de metrô uma valorização é esperada”, detalha.


Ao redor das estações, apartamentos são quase unanimidade

A verticalização perto das estações é evidente, em geral, 94% dos imóveis residenciais à venda em seu entorno são do tipo apartamentos. O entorno da estação Higienópolis-Mackenzie - Linha 4 é a mais verticalizada, com 99,7% dos anúncios do site ZAP do tipo apartamento, em seguida está Moema - Linha 5 (97,7%), Oscar Freire - Linha 4 (95,6%) e Eucaliptos - Linha 5 (90,7%).

As estações com mais presença de casas são Guarulhos Aeroporto - Linha 13 (66,3%), São Lucas - Linha 15 (40,5%), Vila Tolstoi - Linha 15 (38,3%) e Camilo Haddad - Linha 15 (35,4%). Por fim, o estudo identifica que a quantidade de dormitórios possui um destaque para os imóveis com dois e três, em geral, 60% das ofertas são destes modelos, mas as residências compactas também possuem grande representatividade. “Imóveis compactos (1 dormitório) concentram-se majoritariamente no entorno das estações das linhas Lilás e Amarela, o destaque fica no entorno da estação Higienópolis-Mackenzie com 33,8%. Já as estações da Linha 5 Lilás Moema e Eucaliptos e Oscar Freire (linha 4) possuem alta oferta de imóveis de 4 dormitórios”, finaliza Cristiane.


Sobre o Grupo ZAP

O Grupo ZAP nasceu da fusão dos portais ZAP e Viva Real - líderes nacionais do mercado imobiliário. A nova empresa, que continua a fazer parte do Grupo Globo, é muito mais que classificados de imóveis. Ela oferece uma solução completa para todo o segmento de imóveis, por meio de suas ofertas de produtos, inteligência de dados, serviços e informações de credibilidade que geram ganhos e decisões mais precisas para quem está envolvido no processo. Mensalmente, o grupo gera 4 milhões de contatos de interessados para 8 milhões de anúncios de imóveis e recebe 40 milhões de visitas, a maior audiência qualificada do mercado.

Todos os direitos reservados

© 2020 Grupo ZAP

UMA EMPRESA DO