TALK TO A REPRESENTATIVE
Radar Imobiliário

37ª Edição – Radar Imobiliário

30/04/2024
Radar Imobiliário

37ª Edição – Radar Imobiliário

30/04/2024

Conheça a demanda e a variação de preços no mercado de venda e locação, explorando o desempenho dos bairros e a evolução do Ranking top 10 bairros mais procurados nos últimos anos, com ênfase nos imóveis residências anunciados nos portais do Grupo OLX na cidade de Brasília (DF).

Brasília: A cidade avião do Brasil

Ano após ano, o mercado imobiliário em Brasília apresenta padrões interessantes tanto para compra e venda, quanto para locação de imóveis residenciais. No primeiro caso, a edição de abril de 2024 do Radar Imobiliário do DataZAP revela a dispersão dos leads, que se espalham por diversas regiões administrativas da capital federal. Apesar disso, locais como Águas Claras, Ceilândia Sul, Riacho Fundo e Vicente Pires se destacam, refletindo maiores buscas por imóveis residenciais nesta região, com uma demanda mais aquecida em relação às demais. Quando olhamos para os preços, notamos que Guará Sul também tem seu destaque, sendo o local cujo preço do metro quadrado (para venda) apresentou maior variação positiva. Esses destaques em regiões diferentes refletem um mercado heterogêneo e uma demanda diversificada dos imóveis residenciais na “cidade avião do Brasil”. 

Adentrando um pouco mais nas preferências dos interessados em adquirir um imóvel, logo observamos uma predileção por imóveis de até 50m², com um dormitório, uma vaga de garagem e sem suítes. Esses preferências revelam como os interessados têm buscado dinamismo e maior praticidade na hora de adquirir um imóvel residencial em Brasília.

O panorama para o mercado de locação, em março de 2024, foi similar ao observado no mercado de compra e venda, também bastante heterogêneo. A exceção disso é Águas Claras, que em ambos os casos, lidera há cinco anos seguidos como a região mais buscada no Distrito Federal. Quanto às preferências dos interessados em alugar, novamente vemos uma predileção por imóveis compactos, inclusive com aumento da procura por imóveis sem suítes e sem vagas de garagem nos últimos anos, alinhado a um estilo de vida dinâmico que somente a capital federal pode oferecer. 

Desse modo, o mercado imobiliário brasiliense vai se moldando, ano após ano, às novas demandas de uma cidade planejada, mas em constante evolução.

Ana Tedesco, em nome do DataZAP

Uma marca